“Bom… eu escalo há 15 anos, mas ultimamente ando sem tempo de ir para o muro ou para a pedra com a frequência que gostaria. Espero retomar o ritmo ideal quando o filme terminar.

Estou editando o longa há três meses e o processo deve ir até o final de novembro.

Depois iremos para a edição de som, mixagem e finalização de imagem.

Nossa ideia é que o filme faça sua estreia em um grande festival de cinema (Berlim, CPH:DOX e o É tudo verdade são algumas opções) só depois é que vamos para o lançamento comercial.

“Não sou nenhum super-herói. Nunca vou superar a paralisia. Ela estará sempre comigo e eu não preciso deixa-la para trás para viver”, afirma Daniel.

Faço uma sessão de fisioterapia e outra de terapia ocupacional por semana.

Sempre que dá vou ao cinema para ver de tudo um pouco, mas confesso que prefiro filmes não tão comerciais.

Meu top 5 de filmes que gosto costuma variar, mas hoje os que lembrei primeiro foram:

Cidade de Deus, do Fernando Meirelles;

Batman – O cavaleiro das trevas, do Christopher Nolan;

Wall-e, do Andrew Stanton; Jogo de Cena, do Eduardo Coutinho; e

Elena, da Petra Costa.

Namoro a Dani há um ano e meio e estou bem feliz!”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *